Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Drama Queen

Férias lá fora cá dentro: Mertola

Fomos dar uma voltinha porque o mau tempo teimava em continuar marcar a sua presença, lembro que almoçamos restos bem cedo e fomos a outra ponta do Alentejo sim, Mertola.

IMG_20140624_144011.jpg

IMG_20140624_151319.jpg

IMG_20140624_151332.jpg

IMG_20140624_151337.jpg 

IMG_20140624_151347.jpg

IMG_20140624_151356_1.jpg

IMG_20140624_151647.jpg

IMG_20140624_151730.jpg

IMG_20140624_151900.jpg

IMG_20140624_153834 - Cópia.jpg

IMG_20140624_153849 - Cópia.jpg

IMG_20140624_153900 - Cópia.jpg

 

IMG_20140624_153922 - Cópia.jpg

 

Vila do Baixo Alentejo, sede de um dos maiores municípios do País, Mértola é um local histórico de rara beleza natural e patrimonial, mesmo que quando chegamos lá não avistamos viva alma para poder interagir pensamos que tinha imigrado tudo, restaurantes e cafés fechados. Fomos ao Castelo Mértola que tinha uma exposição sobre edificação do castelo as suas alterações pelos séculos e as sua influencias de diversos povos. Fomos a Igreja Matriz que foi erguida para ser um templo Islâmico depois da reconquista cristã passou a ser a Igreja de Nossa Senhora da Anunciação. Passeando pelas ruas de Mértola repara-se na história, num local com vestígios de presença humana que remontam ao Neolítico, tendo passado por lá diversos povos mas com maior influencia os Mouros.
Como podem ver pelas imagens as ruas situa-se na margem do Rio Guadiana, tem uma beleza natural única.
Explorando a vila a procura de um café aberto íamos observando património histórico milenar deixado por antepassados, sim até que cruzamos com uma pessoa perguntamos porque estava tudo fechado, olhando para nós como se fossemos parvos disse que era feriado municipal e estavam a preparar para festa dos Santos Populares! Ponderamos em ficar por lá até a festa mas como estando tudo fechado até hora da festa e a ementa devia de ser sardinha assada decidimos voltar para ao nosso ninho em Mil Fontes.

 

XOXO