Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Drama Queen

Quando uma pessoa nasce dramática não como mudar

30
Dez18

Pai Natal e os 8 Pássaros - parte V

Drama Queen

Então e depois da A-Pérsia, como estão os Reis Magos?

Então... O Belchior, que levava ouro para o Menino, fez um desvio na China e preferiu em vez disso comprar-lhe com o ouro a última Playstation, todas as expansões do Fortnite e uma data de skins. Assim podia ser que canalizasse a excitação para outras coisas.

O Gaspar, que levava incenso e tinha medo de o Menino não gostar nada do seu presente, passou pelo Martim Moniz e trocou o incenso por um iPhone XS novinho em folha. Menino que é Menino, precisa de estar sempre na vanguarda da comunicação.

Quem ficou agarrado foi, como sempre, o Baltazar. Quem é que quer mirra? Ninguém... O melhor uso que se pode dar a mirra é em terapias e não havia nada que pudesse interessar ao Menino num terapeuta, não dava para trocar. Então, despediu-se do cargo de Rei Mago e foi trabalhar para as obras no Qatar, onde se vai encher de dinheiro. Para o próximo ano, já pode oferecer ao Menino alguma coisa mais substancial.

Resolvida a questão dos Reis Magos e das modernices que inventaram, os pássaros decidem tomar conta do Natal.

- "É preciso por ordem nisto" diz o Pássaro 1, chamemos-lhe Passarão. "Não se pode cancelar o Natal. Temos é que fazer com que seja uma festa inesquecível.

Ideias, vá, tudo a dar ideias."

Pássaro 2 revira os olhos: "Deves pensar que és o "team leader" do pedaço tu!!"

- "Vocês vejam lá o que arranjam, ainda se dá um drama", prevê Pássaro 3.

Pássaro 4 tem mais uma ideia: "Podíamos fazer uma corrida solidária, eu vou devagarinho".

"Com um pic nic no fim", diz Pássaro 5 que ainda tem restos do casamento que quer despachar.

O Pássaro 6 oferece-se logo: "Eu tiro as fotografias."

O Pássaro 7, fecha o livro e proclama: "Pode-se fazer uma troca de prendas. Pode ser livros, por exemplo".

Pássaro 8:

- Bom, eu proponho que façamos aulas de pilates. Não que resolva ja o problema, mas respiramos todos um pouco e daqui a nada já nos parece um problema menor.

Um burburinho começa a formar-se sobre quem decidia o quê e qual era a melhor forma de resolver a falta do Natal, quando a porta se abre de rompante, exibindo uma figura misteriosa de rosto encoberto pelo capuz. As unhas vermelhas ditavam uma manicure acabada de fazer e a voz foi inconfundível:

- Vou eu distribuir os presentes. Levo a Maria comigo .vocês ficam o menino. E não faças essa cara Nicolau: há muito que conheço esta tua companhia. Vá, tudo a bulir que a véspera de Natal é já depois de amanhã.

- Tu Rudolfo não podes faltar, como é óbvio. Tu Cidalino traz algumas chouriças de reserva que a fome é capaz de nos dar e trata mas é de pôr tudo no GPS que não é para nos perdermos! - Idalete disse tudo de uma assentada só, não dando oportunidade de ninguém mais se pronunciar. Arregaçou as mangas, respirou fundo e voltou ao discurso. -  Vamos lá, toca tudo a mexer. Faltam pouco mais de 24 horas para o Natal e não quero que falhe nenhuma prenda. Vá, tudo a levantar o rabo!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D